Pages

domingo, 7 de abril de 2019

ESCOLAS EM PELO MENOS 16 MUNICÍPIOS TÊM AULAS AFETADAS NESTA QUADRA CHUVOSA

Por ipuemfoco   Postado  domingo, abril 07, 2019   Sem Comentários

Pelo menos 16 municípios do Interior do Ceará registram suspensões de aula em escolas localizadas nas áreas afetadas por enchentes. 
Com a intensidade das chuvas do fim de março e começo de abril, diversas escolas têm tido dificuldades para cumprir o calendário letivo devido aos transtornos desencadeados pelo grande volume de água. 

O levantamento é da Associação dos Municípios do Estado do Ceará (Aprece) e da Secretaria da Educação do Estado do Ceará (Seduc). O prazo de interrupção varia conforme o problema em cada cidade e a reposição das aulas deve ser providenciada quando a situação for normalizada.

De acordo com a analista de educação da Aprece, Ana Vládia Santos, Chaval decretou suspensão de aulas até dia 17 de abril para estudantes da área rural. Além de problemas na estrutura das escolas, estudantes sofrem com empecilhos para chegar aos colégios, como estradas danificadas.

"Não tem um prazo determinado para a maioria dos municípios, cada um tem suas situações diferentes. Granja era um dos casos que vinha preocupando a gente, mas as aulas retornaram nessa sexta-feira", explica Ana Vládia. Com a cheia do rio Coreaú, ocorreram inundações na cidade, deixando moradores preocupados e crianças impossibilitadas de ir à escola.

Apenas em Itarema as férias escolares de julho das redes municipal e estadual foram antecipadas, deixando os alunos sem aula até 3 de maio.

Também na região Norte do Estado, as cidades de Marco e Bela Cruz tiveram escolas com atividades paralisadas. A Seduc, por meio de nota, informa que outros cinco municípios tiveram suspensão de aulas por prazo estabelecido de acordo com a situação local. 


A decisão foi tomada em conjunto com as secretarias municipais da Educação e as Coordenadorias Regionais de Desenvolvimento da Educação (Credes). Gestores e comunidade escolar também foram consultados.

Pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), é preciso ter 200 dias letivos em um ano escolar. A Seduc garante que a norma será respeitada. "Portanto, não haverá prejuízos para a aprendizagem dos alunos", diz a nota. Para o presidente da Aprece, Nilson Alves Diniz, a prioridade é garantir a segurança dos alunos. 


Mesmo com as chuvas, ele defende que os estudantes não tenham "nenhuma hora a menos de aula" e aconselha prefeitos do Interior a trabalhar na reposição dos conteúdos perdidos.

Nilson afirma que os municípios estão tendo muitas despesas com danos nesta quadra chuvosa, principalmente com estradas. Os gastos com reparos ainda não foram contabilizados. 


"Há dois lados da moeda. O primeiro, que aparece agora, são as questões estruturais. No entanto, passamos anos com a falta de água. É um misto de preocupação e alívio, por estarmos conseguindo garantir água para os nossos reservatórios".

 A previsão para hoje é de céu nublado com chuvas em todas as regiões, segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Amanhã, a nebulosidade é variável com chuvas no Litoral, Maciço de Baturité, Sertão Central e Inhamuns e Ibiapaba.
18 famílias foram realocadas no Crato

Cidades com ano letivo afetado pelas chuvas

- Amontada

- Baturité

- Bela Cruz

- Capistrano

- Granja

- Itapajé

- Itarema

- Marco

- Meruoca

- Moraújo

- Ocara

- Palhano

- Santana do Acaraú

- Senador Sá

- Umirim

- Viçosa do Ceará

PREVISÃO
Meteorologista David Ferran explica que os sistemas responsáveis por induzir chuvas na região Norte (Zona de Convergência Intertropical) e na região Sul (Cavados de Altos Níveis) do Ceará continuarão influenciando o clima nos próximos dias.
OPOVO

Sobre o autor

Adicione aqui uma descrição do dono do blog ou do postador do blog ok

0 comentários:

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Voltar ao topo ↑
RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES

© 2013 IpuemFoco - Rádialista Rogério Palhano - Desenvolvido Por - LuizHeenriquee