Pages

quinta-feira, 7 de março de 2019

INTERNET; DESMOBILIZAÇÃO DOS APOIADORES DE BOLSONARO

Por ipuemfoco   Postado  quinta-feira, março 07, 2019   Sem Comentários


As trapalhadas em série somadas a denúncias de corrupção fizeram com que o governo perdesse apoio nas redes sociais, seu bastião político desde as eleições. 

O Palácio do Planalto identificou desmobilização de parte da tropa dos apoiadores de Bolsonaro na internet. 

O monitoramento feito nas contas do governo e do próprio presidente revelou que as críticas não são apenas dos oposicionistas, mas de pessoas que votaram em Bolsonaro por se identificarem com pautas conservadoras.

A reportagem do jornal Folha de S. Paulo destaca que "a preocupação de auxiliares palacianos é que esse tipo de publicações leve a uma geração de crises espontâneas recorrentes e que isso prejudique sua popularidade antes mesmo de o governo chegar aos primeiros 100 dias. Na visão deles, as polêmicas criadas a partir de publicações nas redes oficiais podem atrapalhar a votação de pautas consideradas fundamentais para o bom desempenho do governo, como a reforma da Previdência."

A matéria acrescenta que "o episódio mais recente foi em meio ao feriado de Carnaval, quando críticas a escândalos envolvendo candidaturas de laranjas e críticas ao presidente e seus familiares foram presentes em blocos em diversas capitais brasileiras. Além disso, na terça-feira (5), Bolsonaro divulgou em seu perfil oficial do Twitter um vídeo em que em que um homem aparece dançando sobre um ponto de táxi após introduzir o dedo no próprio ânus. Na sequência, surge outro rapaz que urina na cabeça do que dançava."

O choque entre seus apoiadores não foi pequeno. "Entre os usuários, alguns criticaram o dirigente por ele ter sido o responsável por compartilhar imagens com conteúdo pornográfico, levando esse tipo de mensagem a chegar a crianças e menores.Sobre as publicações na conta de Twitter de Bolsonaro, a explicação pode revelar o porquê da falta de institucionalidade das postagens: "o controle do conteúdo publicado nas redes sociais não está a cargo da Secom (Secretaria de Comunicação Social), como era feito em gestões anteriores. Ao assumir o governo, o presidente passou o tema aos cuidados de assessores especiais, ligados diretamente à Presidência."

O desgaste de Bolsonaro nas redes e entre seus apoiadores, no entanto, vinha desde o escândalo dos laranjas do ex-ministro Gustavo Bebianno: "o monitoramento das redes mostrou que apoiadores viram no processo de desgaste do ex-ministro, que foi um dos principais aliados do presidente na campanha, um sinal de deslealdade de Bolsonaro."247

Sobre o autor

Adicione aqui uma descrição do dono do blog ou do postador do blog ok

0 comentários:

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Voltar ao topo ↑
RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES

© 2013 IpuemFoco - Rádialista Rogério Palhano - Desenvolvido Por - LuizHeenriquee