Pages

quarta-feira, 14 de novembro de 2018

CUBA NÃO ACEITOU CONDIÇÕES PARA A CONTINUIDADE DO MAIS MÉDICOS,DIZ BOLSONARO

Por Rogerio Palhano   Postado  quarta-feira, novembro 14, 2018   Sem Comentários

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) disse, em seu perfil no Twitter, que a decisão de Cuba de romper o acordo do programa do Mais Médicos aconteceu porque Havana não
aceitou as condições pedidas pelo próximo governo. 

“Condicionamos à continuidade do programa Mais Médicos a aplicação de teste de capacidade, salário integral aos profissionais cubanos, hoje maior parte destinados à ditadura, e a liberdade para trazerem suas famílias. Infelizmente, Cuba não aceitou.”

O tuíte foi publicado pouco tempo depois de o Ministério da Saúde cubano divulgar nota afirmando que o motivo foram as críticas de Bolsonaro – que já declarou que o programa foi criado para financiar a ditadura comunista dos irmãos Castro – e sua intenção de mudar os termos da cooperação.

“As modificações anunciadas impõem condições inaceitáveis e descumprem as garantias acordadas desde o início do programa, que foram ratificadas em 2016 com a renegociação do termo de cooperação entre a OPAS, o Ministério da Saúde do Brasil e o convênio de cooperação entre a OPAS e o Ministério da Saúde Pública de Cuba”, afirma o comunicado de Havana.ESTADÃO

Sobre o autor

Adicione aqui uma descrição do dono do blog ou do postador do blog ok

0 comentários:

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Voltar ao topo ↑
RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES

© 2013 IpuemFoco - Rádialista Rogério Palhano - Desenvolvido Por - LuizHeenriquee