Pages

sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

PRESIDENTE DO PT-CEARÁ DEFENDE CANDIDATURA DE CID AO SENADO

Por Rogerio Palhano   Postado  sexta-feira, dezembro 29, 2017   Sem Comentários

De Assis Diniz repercutiu declaração do ex-ministro de que pode abrir mão da disputa pelo cargo em nome de um acordo para a reeleição de Camilo. Já o deputado
José Guimarães disse que postura de Cid é "humilde" e natural.

O presidente estadual do PT, De Assis Diniz, não vê bom olhos a possibilidade de o ex-ministro Cid Gomes (PDT) não disputar vaga no Senado. 

“O Cid é uma das lideranças que têm contribuído muito no sentindo da referência política, tem construído muitas parcerias com o PT ao longo dos últimos 28 anos, então não tê-lo no processo eleitoral é muito ruim”, analisou.

De Assis repercute declaração do próprio Cid de que, se for necessário abrir espaço para alguma aliança na chapa de reeleição do governador Camilo Santana (PT), poderia não concorrer ao cargo.

“Sinceramente, minha vida está tão boa... Eu vou hesitar e vou pensar, várias vezes, antes de pensar em alguma candidatura”, disse o Ferreira Gomes à coluna Vertical, do jornalista Eliomar de Lima.

“Desapego” de Cid poderia ser considerado uma boa notícia para o PT do Ceará, que aprovou resolução no início do mês afirmando que não abriria mão da vaga no Senado. Para De Assis, no entanto, não é bem assim. 


Nós (do PT) não gostaríamos de ter nesse processo, em nome da manutenção da vaga, a retirada do nome do Cid. Porque ele agrega muito na chapa do Camilo, a presença dele fortalece”, explica.

Segundo De Assis, o ideal é que o PT fique com a outra vaga. Se composição eleitoral entre Camilo e o presidente do Senado Eunício Oliveira (PMDB) se confirmar, porém, o espaço deve ser ocupado pelo novo aliado. Mas De Assis não quer comentar possível cenário ainda.

“O Camilo até agora não chamou a direção do partido e disse que está em uma aliança com Eunício. Quando ele fizer isso, aí nós vamos sentar e discutir”.


O deputado federal José Guimarães (PT), que já tentou disputar o Senado e teve de abrir mão, vê com naturalidade fala de Cid


“Cada um de nós tem que ter esse mesmo comportamento, o que está em jogo é o projeto do Estado, não projetos pessoais. No momento certo vamos discutir quem vai compor a chapa”, afirma.

Se para Cid a prioridade é a reeleição de Camilo e a eleição do ex-governador Ciro Gomes (PDT) para presidente da República, para Guimarães o projeto prevê a eleição do ex-presidente Lula (PT).

Aliança com Eunício

Declaração de Cid também abre espaço e fortalece aliança de Camilo com Eunício. Já seria um sinal, inclusive, de que a composição já recebeu, ou deve receber em breve, a benção dos Ferreira Gomes, que aparentam estar divididos sobre a questão. Depois de o governador admitir a possibilidade do acordo, Cid afirmou que a composição tem sido “boa” para o Ceará.

Saiba mais

Camilo admitiu com exclusividade ao O POVO que poderá se aliar com Eunício no próximo ano. 


“A nossa parceria tem sido administrativa. Claro que nós vamos ter a oportunidade de, em 2018, sentarmos”, declarou o petista. “Mas nada sem dialogar com os nossos aliados, com os partidos e, principalmente, sentindo da população essa aproximação”.

Eunício já havia admitido aliança em novembro. “Se essa aliança se estender para um outro tipo de processo desde que não seja para beneficiar eleição de A ou de B e, sim, para que o Ceará possa continuar avançando e se desenvolvendo, ela é possível”.LETÍCIA ALVES/OPOVO

Sobre o autor

Adicione aqui uma descrição do dono do blog ou do postador do blog ok

0 comentários:

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Voltar ao topo ↑
RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES

© 2013 IpuemFoco - Rádialista Rogério Palhano - Desenvolvido Por - LuizHeenriquee