Pages


domingo, 3 de novembro de 2019

DEPUTADOS GASTAM VERBA COM ''EMPRESAS FANTASMAS'',CEARENSES APARECEM ENTRE CONTRATANTES

Por ipuemfoco   Postado  domingo, novembro 03, 2019   Sem Comentários


A verba indenizatória é uma cota mensal para custeio de gastos exclusivamente vinculados ao exercício da atividade parlamentar.

Os cearenses Heitor Freire (PSL), Roberto Pessoa (PSDB) e AJ Albuquerque aparecem entre os compradores do serviço.

Os deputados federais Heitor Freire (PSL-CE) e Julian Lemos (PSL-PB) gastaram, juntos, R$ 97 mil de verba indenizatória para imprimir panfletos e 70 mil informativos com balanço dos meses de mandato. 

O jornal Estado de S. Paulo revela que, no local que eles disseram ter contratado o serviço, funciona somente um lava a jato, a loja MaxPel+Car, localizada em Riacho Fundo, no Distrito Federal. À publicação paulista, o cearense afirmou que não teve conhecimento do endereço e sede física da gráfica. Tudo o que foi feito no gabinete, segundo ele alega. 

Somados, os gastos do deputado com os serviços totalizam R$ 38 mil, conforme levantamento do O POVO Online. Outros cearenses também aparecem entre os contratantes. 

Pelo link do portal da transparência da Câmara dos Deputados (clique aqui), é possível verificar os deputados Roberto Pessoa (PSDB) e AJ Albuquerque (PP), além do ex-deputado Danilo Forte (PSDB), entre os contratantes dos serviços da MaxPel+Car. Os gastos de Roberto Pessoa somam R$ 881; os de AJ Albuquerque, R$ 1,3 mil. Forte, por sua vez, fez um único pagamento de R$ 112,50.

A verba indenizatória é uma cota mensal para custeio de gastos exclusivamente vinculados ao exercício da atividade parlamentar. Via assessoria, O POVO Online perguntou ao deputado cearense, às 20h59min, se não há conflito ético nas informações reveladas pelo site do jornal.

Questionou ainda, com base no que ele respondeu ao Estadão, qual é o rigor aplicado na contratação deste serviço, já que se trata de uma verba parlamentar, o que significa, portanto, dinheiro público.

Freire, então, afirmou à reportagem do O POVO Online que a matéria do jornal Estadão é "extremamente tendenciosa", já que apresenta dados incompletos e direciona a "quem quer atingir." Segundo diz, entre 2018 e 2019, deputados de diferentes partidos contrataram o serviço.

"Toda a negociação de valores e contratação da gráfica foi realizada pelo meu chefe de gabinete, que recebeu referências de outros parlamentares e funcionários da Casa, fez o orçamento e selecionou a empresa, sendo que toda a transação ocorreu na sede do meu gabinete em Brasília." E ainda completou: " Hoje em dia, serviços como esse podem ser contratados até pela internet, sem necessidade de verificação de endereço físico."

Entre 21h49 e 21h57min, a reportagem enviou questionamentos às equipes dos deputados Pessoa e Albuquerque, mas não houve retornos. A reportagem não conseguiu localizar Danilo Forte.

A MaxPel+Car, empresa contratada, está no nome de Lucas Nogueira, um jovem de 21 anos. Procurado pela publicação paulista, ele respondeu que não conhece os dois deputados e pediu à reportagem que contatasse o pai. 

O pai, por sua vez, admitiu usar mesmo CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) para prestar serviços de gráfica e venda de refrigerante, por exemplo. Sobre os altos gastos com impressões por parte da bancada pesselista na Cãmara, ele respondeu que sempre ter se perguntado sobre isso, embora, como comerciante, ache "uma maravilha."
Outros nomes

Na lista, há ainda nomes como os de Alessandro Molon (PSB-RJ), Tábata Amaral (PDT-SP) e, por exemplo, Maria do Rosário (PT-RS).OPOVO

Sobre o autor

Adicione aqui uma descrição do dono do blog ou do postador do blog ok

0 comentários:

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
.
Voltar ao topo ↑
RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES

© 2013 IpuemFoco - Rádialista Rogério Palhano - Desenvolvido Por - LuizHeenriquee