Pages

sexta-feira, 5 de abril de 2019

CID GOMES DIZ QUE CANDIDATURA ''DE CAPITÃO,SARGENTO OU GENERAL''NÃO IMPÕE PRESSA PARA 2020

Por ipuemfoco   Postado  sexta-feira, abril 05, 2019   Sem Comentários



O mandatário do PDT avalia ainda que debater o próximo ano é “sempre bom”, mas há que se cuidar da gestão para ter respaldo para fazer sucessor.
Se depender do senador Cid Gomes (PDT), as tratativas para a definição do candidato à sucessão do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), terão início somente em 2020, ano da disputa. O entendimento do parlamentar é de que, a preço de hoje, mais importante do que a escolha de um nome para a disputa, é a avaliação de pontos positivos e negativos da gestão de RC.

Assim, o fato de o deputado federal Capitão Wagner (Pros) ter anunciado que entrará na corrida pela segunda vez, segundo Cid, não impõe pressa ao grupo político dele.

Conforme o ex-governador, a discussão não pode ser “fulanizada”. “Se é o capitão, se é o sargento, se é o general… A gente tem que assegurar as garantias daquilo que está dando certo e avaliar as ações do governo Roberto Cláudio”, opinou Cid Gomes.

Ele afirma ainda que só por meio desta avaliação é que se construirá um projeto para a Cidade – a ser executado a partir de janeiro de 2021, em caso de vitória. Somente após a definição do projeto, argumenta, deve vir a escolha do candidato.

Embora seja um dos líderes do grupo político ao qual pertence o prefeito, Cid afirma que será Roberto Cláudio o coordenador das conversas para a definição de um sucessor.

O ex-governador do Ceará, o presidente nacional da sigla, Carlos Lupi, o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), e o deputado federal André Figueiredo (PDT), que comanda a executiva estadual, estiveram na Assembleia Legislativa do Ceará ontem para reunião com a bancada da Casa.

O prefeito diz que a reunião, entre diversos assuntos locais e nacionais, abordou “critérios e métodos dos diretórios municipais que devem se formar em virtude das eleições”. “Fortalecer o partido, genericamente falando, nos municípios do Interior e em Fortaleza para 2020”, acrescentou.

Ele diz que a sucessão não pode, agora, virar objeto de discussões, já que tem agenda administrativa “importante” a cumprir. Desviar-se dela seria “desrespeito” com os fortalezenses. Sem citar Wagner, ele argumenta que é compreensível que “um ou outro da oposição fazê-lo”. “É da natureza democrática”, comenta Roberto Cláudio.

Segundo Lupi, o partido virou referência no País em gestão administrativa. Ele diz que o fortalecimento da legenda brizolista no Ceará “é mais do que nunca o fortalecimento de uma base que a gente tem necessidade de ter para olhar 2020 e 2022”.

O mandatário do PDT avalia ainda que debater o próximo ano é “sempre bom”, mas há que se cuidar da gestão para ter respaldo para fazer sucessor.

Segundo o deputado estadual Marcos Sobreira (PDT), um dos objetivos da reunião foi a unificação de discurso em todas as casas legislativas do País diante de questões como reforma da Previdência. “Foi um bate-papo, visita de cortesia e, ao mesmo tempo, alinhamento da bancada”
.ELIOMARDELIMA

Sobre o autor

Adicione aqui uma descrição do dono do blog ou do postador do blog ok

0 comentários:

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Voltar ao topo ↑
RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES

© 2013 IpuemFoco - Rádialista Rogério Palhano - Desenvolvido Por - LuizHeenriquee