Pages

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2019

CEARÁ LIDERA LISTA DE DEPUTADOS FEDERAIS REÚS EM AÇÕES CRIMINAIS

Por ipuemfoco   Postado  quinta-feira, fevereiro 28, 2019   Sem Comentários


O Ceará aparece em primeiro lugar em listagem de deputados federais da nova legislatura na Câmara que são réus em processos criminais. Ao todo, são cinco

parlamentares eleitos pelo Estado: Capitão Wagner (Pros), Júnior Mano (PR), Luizianne Lins (PT), Robério Monteiro (PDT) e Roberto Pessoa (PSDB).

O levantamento é feito pelo portal G1, e considera apenas os processos na área criminal em que os acusados já se tornaram réus. Em todos os estados, são 50 deputados respondendo a 95 processos, o que representa 9,74% do total de parlamentares (513).

Veja quais são os processos contra os cearenses:

Capitão Wagner (PROS):

É acusado dos crimes de desacato e desobediência, em processo aberto na 1ª Vara Criminal de Fortaleza. O número do processo é 0050658-32.2013.8.06.0001.

A assessoria do Capitão Wagner, procurado pelo O POVO Onlineafirmou que a acusação se deu por conta de um "movimento reivindicatório", em que esposas de policiais militares fizeram manifestação em frente ao Batalhão de Eventos, em 2013. "Na ocasião, Capitão Wagner, vereador de Fortaleza e policial militar, prestou solidariedade ao ato e foi até o local da manifestação.

Um outro processo também é citado pela assessoria, este por crime contra a honra, mas já com punibilidade extinta por decadência do direito de queixa do autor. O processo fazia referência a uma entrevista de Capitão Wagner em 2012 ao O POVO em que ele afirma que autoridades do Estado estariam envolvidas em grupos de extermínio.

"Na época, o Ministério Público Militar recebeu denúncias e mesmo assim ficou inerte. Por conta dessa entrevista, alguns membros do Judiciário pediram uma explicação por escrito em juízo. Vale salientar que Capitão Wagner não teve a intenção de macular a imagem do Poder Judiciário", diz a nota da assessoria, que ressalta ainda que as explicações foram dadas em juízo, e não foi gerado processo-crime.

Júnior Mano (PR):

Acusado de crimes da Lei de Licitações, na Vara Única de Irauçuba. Seu processo é o de número 0000326-64.2014.8.06.0215. Júnior Mano é citado junto a outros 28 réus.

Luizianne Lins (PT)

A também ex-prefeita de Fortaleza responde pelo crime de invasão de dispositivo informático, na 10ª Vara Criminal de Fortaleza. O processo é o 0001061-82.2013.8.06.0005.

Robério Monteiro (PDT)

Responde por crimes ambientais, na Vara Única de Itarema, no processo 0000537-69.2019.8.06.0104.

O POVO Online tentou contato com Rogério Monteiro, mas a funcionária de seu gabinete afirmou que o deputado não iria mais se pronunciar sobre o assunto. Em resposta ao G1, ele disse não ter sido formalmente notificado do processo. "Não obstante esse fato, a defesa apurou que o referido processo tem origem em uma suposta infração ambiental relacionada à sua atividade comercial", disse, segundo o portal.

Roberto Pessoa (PSDB)

O deputado tem três processos: um por calúnia, na 4ª Vara Criminal de Fortaleza, outro por crimes de responsabilidade e um terceiro por crime ambiental, esses dois na 2ª Vara Criminal de Maracanaú.

Os processos são os de número 0778059-28.2014.8.06.0001 (calúnia), 0041223-40.2014.8.06.0117 (crimes de responsabilidade) e 0035067-70.2013.8.06.0117 (crime ambiental).

A assessoria do deputado Roberto Pessoa afirmou, por meio de nota, que as ações estão "sujeitas a interpretações distintas, por parte de algum membro do Ministério Público". "Não obstante, destacamos o respeito do parlamentar pela Justiça brasileira, sendo sua reputação ilibada, tanto que o mesmo jamais foi condenado em processos judiciais que desabonem a sua conduta como agente político ou cidadão", continua a nota.

"Confiamos na justiça e aguardamos com serenidade o julgamento final de cada uma das ações citadas em seus questionamentos. Por fim, destacamos que o crime de calúnia é de natureza privada e não pública, e que, em algumas das ações citadas, sequer ocorreu a citação do parlamentar, e que desconhecemos o respectivo conteúdo", termina.

Nacional

Há seis estados brasileiros sem deputados federais réus em ações criminais: Acre, Espírito Santo, Piauí, Rio Grande do Norte, Rondônia e Rio Grande do Sul.

Considerando apenas os partidos, o PR é o que tem mais réus (7, ao todo), seguido do PP (6 réus), do PSD (5 réus) e do PSL (também 5 réus).OPOVO

Sobre o autor

Adicione aqui uma descrição do dono do blog ou do postador do blog ok

0 comentários:

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Voltar ao topo ↑
RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES

© 2013 IpuemFoco - Rádialista Rogério Palhano - Desenvolvido Por - LuizHeenriquee