Pages


quinta-feira, 14 de outubro de 2021

O VALE TUDO DE LULA

Por ipuemfoco   Postado  quinta-feira, outubro 14, 2021   Sem Comentários

 


O ex-presidente Lula tem se mostrado disposto a romper com qualquer valor, seja ético, moral ou ideológico, para voltar ao governo.

 

Adota o chamado vale tudo eleitoral. E o caso mais concreto nesse sentido é o empenho em atrair para seu projeto de poder os “traidores” do MDB, como o PT classificou os líderes do partido que levaram Dilma ao impeachment. Embora a maioria esmagadora dos petistas ainda não tenha perdoado os emedebistas, Lula dá de ombros a esses lampejos moralistas e fez questão de jantar com os algozes na semana passada, em Brasília, na casa do ex-senador Eunício Oliveira (MDB-CE), investigado por corrupção, como o próprio petista.


Mas se Lula já passou uma borracha no passado, os próprios caciques do partido de Michel Temer demonstraram que ainda não engoliram os ataques sofridos por terem punido a ex-presidente por suas pedaladas fiscais e não compareceram ao banquete, como foi o caso de Sarney, Renan Calheiros, Romero Jucá e o governador Ibaneis (DF), além de tantos outros próceres emedebistas. Só foi a raia miúda.


Os dirigentes do MDB já entenderam que Lula só quer usá-los como escada para obter uma roupagem moderada e, uma vez no poder, chutá-los para fora do governo. Basta ver que o petista já está defendendo o fim do teto de gastos, criado por Temer, a interrupção dos projetos de privatização e a revisão das reformas, as principais bandeiras do partido.


O mesmo está acontecendo em relação aos partidos do Centrão. Lula está correndo atrás do PP de Ciro Nogueira e Ricardo Barros, além do PL de Valdemar Costa Neto, todos investigados por malfeitos, muitos deles praticados quando eram aliados dos governos do PT. 


Os “petistas de raiz”, como os da corrente sindicalista, torcem o nariz para essa reaproximação, pois foi o resultado dessa aliança que levou a maioria dos seus companheiros para a cadeia, inclusive Lula.


Ora, gente como Zé Dirceu, que voltou a coordenar a estratégia lulista, e que até recentemente também estava atrás das grades por corrupção, pode dizer que isso faz parte do pragmatismo da esquerda, como ocorreu em 2002, ano que o partido do ABC chegou ao poder pela primeira vez. 


Esquece-se de lembrar, porém, que o “lulinha paz e amor” da época só deu certo graças ao engodo da “carta aos brasileiros” em que se prometeu um governo com justiça social, mas que serviu apenas para encher o bolso de empresários inescrupulosos por meio de empréstimos subsidiados do BNDES. 


Sem contar a criação de mecanismos que permitiram o maior assalto aos cofres públicos em toda a história da República, principalmente ao caixa da Petrobras.


O certo seria Lula se apresentar aos eleitores pedindo desculpas pela roubalheira que o PT impôs à Nação e fazendo mea culpa pelos desmandos cometidos por ele e sua trupe em 13 anos de fraudes. 


Ao que parece, contudo, é que o velho Lula, empurrado pela extrema-esquerda petista, continua defendendo a regulação da mídia (censura à imprensa livre), a adoção de uma série de retrocessos econômicos e o enterro da Lava Jato, além da consolidação de alianças com a velha política. 


É por essa e por outras que as pesquisas mostram que a maioria dos eleitores não quer nem Lula e nem Bolsonaro.

Sobre o autor

Adicione aqui uma descrição do dono do blog ou do postador do blog ok

0 comentários:

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
.
Voltar ao topo ↑
RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES

© 2013 IpuemFoco - Rádialista Rogério Palhano - Desenvolvido Por - LuizHeenriquee