Pages


quarta-feira, 21 de abril de 2021

SENADOR TASSO JEREISSATI DEFENDE CANDIDATURA ÚNICA CONTRA LULA E BOLSONARO

Por ipuemfoco   Postado  quarta-feira, abril 21, 2021   Sem Comentários

 


Apontado pela cúpula do PSDB como um possível nome para disputar a presidência em 2022, o senador cearense Tasso Jereissati (PSDB) negou que tenha pretensões ao cargo.


Ele, no entanto, disse que, se a legenda apresentá-lo como alternativa, irá amadurecer a proposta. O tucano concedeu entrevista à GloboNews, nesta terça-feira (20), na qual comentou também sobre a CPI da Covid-19

Eu nunca me coloquei como candidato. Não estou pleiteando, não é um projeto de vida meu chegar à presidência da República. Existem, eu sei, alguns movimentos, alguns companheiros, que lançaram o meu nome. O próprio presidente do partido (me apontou) como uma alternativa dentro deste cenário.
TASSO JEREISSATI (PSDB)
Senador

Conforme mostrou nesta terça-feira (20) o Diário do Nordeste, o nome de Tasso seria uma alternativa também dentro do PSDB, já que os governadores de São Paulo, João Dória (PSDB), e do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), travam disputa interna para terem o nome lançado no pleito nacional.

“Nós temos dois candidatos que estão bem mais à frente, que é o próprio governador João Dória, de São Paulo, e o governador Eduardo Leite, do Rio Grande do Sul. Mas eu faço parte do partido e, se me apresentarem como alternativa, é uma coisa que a gente tem que amadurecer. Mas eu não me sinto hoje como candidato à frente partidariamente das preferências do partido", acrescentou.

TASSO 2022

A ideia de lançar Tasso como candidato foi ventilada pelo presidente da sigla, Bruno Araújo (PSDB), em entrevista publicada na última segunda-feira (19) pelo jornal O Globo. Segundo ele, o plano seria que Tasso unisse tanto nomes da direita quanto da esquerda. 


O nome do cearense ganhou força quando, recentemente, o ex-candidato à presidência, Eduardo Jorge (PV), disse que apoiaria o tucano. “Para evitar a reprise desastrosa do segundo turno 2018”, justificou Jorge. 

Nesta terça, mesmo evitando se colocar como presidenciável, Tasso defendeu a união em torno do “menor número de candidatos possíveis”.

Na minha opinião, temos uma larga avenida para o candidato do centro. No entanto, os dois extremos têm, no mínimo garantido, entre 20% a 30%. Portanto, nós precisamos ter poucos candidatos pelo centro para a gente conseguir chegar no segundo turno.
TASSO JEREISSATI (PSDB)
Senador

“Projetos pessoais, vaidades e ambições vão ter, em determinados momentos, que ser colocados de lado em função de que nós não venhamos a repetir esses governos", acrescentou ao criticar os anos de governo do PT e a atual gestão de Jair Bolsonaro (sem partido). 

Sobre o autor

Adicione aqui uma descrição do dono do blog ou do postador do blog ok

0 comentários:

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
.
Voltar ao topo ↑
RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES

© 2013 IpuemFoco - Rádialista Rogério Palhano - Desenvolvido Por - LuizHeenriquee