Pages


segunda-feira, 4 de novembro de 2019

GOVERNO BOLSONARO; GLOBO DEVERIA INVESTIGAR A SUA PRÓPRIA CORRUPÇÃO NA COPA DO MUNDO

Por ipuemfoco   Postado  segunda-feira, novembro 04, 2019   Sem Comentários


A Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom), comandada por Fábio Wajngarten,
rebateu nesta segunda-feira, 4, a nota interna divulgada pelo diretor de Jornalista da Globo, Ali Kamel, em que ele armação bolsonarista antes da reportagem sobre o caso Marielle e a ligação do porteiro do "seu Jair". 

Em uma sequência de mensagens pelo Twitter, a Secom disse que a Globo levou "desinformação" com a reportagem exibida pelo Jornal Nacional e que seria "evidente" que o foco da emissora da família Marinho é "enfraquecer" o governo de Jair Bolsonaro. 

A Secom finalizou a nota pedindo que a Globo investigue as denúncias de corrupção que pesam contra ela na compra de direitos de transmissão da Copa do Mundo. 

"Se a TV Globo fizesse bom jornalismo, como defende, investigaria e publicaria, por exemplo, sua própria participação em supostos pagamentos de propina a dirigentes da Fifa para compra de direitos de transmissão da Copa do Mundo", diz a Secom. 

Em nota interna para a equipe de jornalismo, Ali Kamel revelou que a emissora foi procurada por fonte próxima a Jair Bolsonaro antes da publicação da reportagem sobre o caso Marielle Franco. 

Segundo ele, havia interesse em empurrar a Globo para uma narrativa que rapidamente seria desmentida pelo bolsonarismo, abrindo a discussão sobre a cassação da concessão da emissora (leia mais no Brasil 247). 

Leia, abaixo, a íntegra da nota da Secom, publicada em uma sequência de tweets:

Em resposta à carta do diretor-geral de jornalismo da Rede Globo, Ali Kamel, na qual o executivo celebra erros grosseiros da reportagem que tenta envolver o presidente Bolsonaro com a execução da vereadora Marielle Franco, a Secom publica a seguinte nota oficial. Segue a thread.

A Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República (Secom) repudia a perseguição da TV Globo ao presidente Jair Bolsonaro, na tentativa de envolvê-lo no caso Marielle.

É lamentável que a TV Globo considere motivo de comemoração a veiculação de matéria que, sob o verniz de jornalismo imparcial, somente leva desinformação aos brasileiros.

Caso a emissora tivesse realmente pautado seu trabalho pela imparcialidade, rigor na apuração e profundidade de investigação, não teria levado ao ar matéria tão frágil do ponto de vista jornalístico.

A reportagem seguiu adiante mesmo sabendo que o depoimento que relacionava o presidente da República não passou de fraude e se apresenta como outro crime que merece apuração. Jornalismo não pode ser feito com suposições.

É evidente o foco da emissora em promover discórdias e enfraquecer o governo, enquanto outros fatos notórios positivos do país são silenciados, pois não interessam aos cofres da empresa.

Se a TV Globo fizesse bom jornalismo, como defende, investigaria e publicaria, por exemplo, sua própria participação em supostos pagamentos de propina a dirigentes da Fifa para compra de direitos de transmissão da Copa do Mundo.

Sobre o autor

Adicione aqui uma descrição do dono do blog ou do postador do blog ok

0 comentários:

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
.
Voltar ao topo ↑
RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES

© 2013 IpuemFoco - Rádialista Rogério Palhano - Desenvolvido Por - LuizHeenriquee