Pages

segunda-feira, 4 de março de 2019

UM HOMEM VELHO DEIXA A VIDA E MORTE PARA TRÁS

Por ipuemfoco   Postado  segunda-feira, março 04, 2019   Sem Comentários



A foto feita por Ricardo Stuckert puxou da memória, imediatamente, os versos de Caetano Veloso:
 
“O homem velho deixa vida e morte para trás/ Cabeça a prumo, segue rumo e nunca, nunca mais”. 

Consultando-se a letra de “O homem velho”, composição de 1984, outros trechos se afinam com a imagem: “A solidão agora é sólida, uma pedra ao sol/ As linhas do destino nas mãos a mão apagou”; “Luz fria, seus cabelos têm tristeza de néon/ Beleza, dores e alegrias passam sem um som”.

Se as citações feitas aqui se estendessem aos dois versos finais, ficaria parecendo militância, devoção ao mito Luiz Inácio Lula da Silva – e quem certa vez o chamou de mito foi o insuspeito Aécio Neves. 

Mas é exatamente do contrário que se trata. O que se destaca na foto é o homem. No caso, um homem envelhecido, de 73 anos, avô de um menino que morrera na véspera, aos sete.

É claro que Lula sempre será ele e suas circunstâncias. Trata-se de um cabra nascido para morrer de fome em Pernambuco e que se tornou um dos presidentes mais populares do país. 

Há 11 meses, está preso, condenado pelo que o juiz Sergio Moro – hoje ministro da Justiça do governo Jair Bolsonaro – entendeu como atos de corrupção. E, certamente, uma parte significativa da população entende da mesma forma.

É por ser este personagem histórico que ele, na foto, tem em torno de si policiais armados de fuzis. Sabe-se que o aparato atende a regras legais, até para proteger o preso. Zelar por sua segurança é atribuição do Estado. Mas da imagem emana que alguma coisa está fora da ordem.

O policial federal à direita de Lula soa mais comum: usa óculos de lentes transparentes e lembra até o deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ). Os outros são fortes, usam óculos escuros e vestem coletes com o brasão da Swat, sigla dada nos Estados Unidos a grupos policiais altamente preparados.

Os que discordam da condenação de Lula podem observá-lo na foto e afirmar: este é um preso político. Ao contrário do que dizem vários políticos, magistrados, empresários, jornalistas, aquele no centro da foto pode ser enxergado como um preso político. Mas outros vão dizer que qualquer detento célebre, de João de Deus a Fernandinho Beira-Mar, mereceria cuidado semelhante ou até maior.

Sendo ele um criminoso ou não, é impossível negar que se trata de um homem. E de um homem velho. Que já sobreviveu a um câncer. Que, há pouco mais de um mês, não pôde ir ao velório de um irmão porque Justiça e Polícia não autorizaram a tempo. Que estava naquele cemitério para ver pela última vez o neto de sete anos.

O italiano Primo Levi sobreviveu aos campos de concentração da Segunda Guerra, inclusive Auschwitz, e pôde escrever livros terrivelmente belos sobre o que viu e viveu. Um deles tem como título “É isto um homem?”.

É a pergunta que se pode fazer àqueles que, nas redes sociais, vêm comemorando a morte de Arthur. E que se pode fazer a Eduardo Bolsonaro, que é um deputado federal e também é filho do atual presidente da República. Ele escreveu: 

“Quando o parente de outro preso morrer, ele também será escoltado pela PF para o enterro? Absurdo até se cogitar isso, só deixa o larápio em voga posando de coitado”. Tentou se corrigir em outro post, mas não pediu desculpas.

É isto um homem?

A dura resposta: sim. Hitler era, Stálin era, Trump é, Maduro é, larápios são, milicianos são. Os Bolsonaro e seus seguidores falam muito em defesa da “família”, mas não admitem a Lula nem o direito de chorar com a sua a morte de uma criança.

Lula já está de volta à sua cela, onde, ao que se sabe, não é fotografado. Não precisa “posar de coitado”. E, na foto de que estamos falando, ele não parece de forma alguma estar posando. A imagem mostra apenas que é isto um homem.

Duas informações:

Primo Levi se matou em 1987, aos 67 anos, 42 depois de sair de Auschwitz.

O autor deste texto tem uma filha da idade de Arthur. Não é possível dimensionar qual seria o tamanho da dor
ÉPOCA

Sobre o autor

Adicione aqui uma descrição do dono do blog ou do postador do blog ok

0 comentários:

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Voltar ao topo ↑
RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES

© 2013 IpuemFoco - Rádialista Rogério Palhano - Desenvolvido Por - LuizHeenriquee