Pages

segunda-feira, 15 de outubro de 2018

CEARÁ; MUDANÇAS NO COMANDO PARTIDÁRIO PODERÁ AFETAR POLITICA IPUENSE

Por Rogerio Palhano   Postado  segunda-feira, outubro 15, 2018   Sem Comentários


Por conta da cláusula de desempenho, direções nacionais de partidos deram a presidência dos diretórios estaduais a
deputados federais, que teriam, em tese, chances de reeleição. Após o pleito, porém, alguns devem perder espaço.

O resultado das eleições deste ano pode provocar novos arranjos dentro de alguns partidos no Ceará. Isso porque ao menos seis deputados que comandam legendas no Estado perderam força depois de não conseguirem renovar seus mandatos. Agora, ainda como dirigentes, eles têm como desafio manter a liderança sobre os filiados.

O Partido da República (PR), presidido pela deputada federal Gorete Pereira, que não foi reeleita, deve virar alvo de disputa entre a dirigente e o único deputado federal eleito pelo partido no Ceará, Jaziel Pereira.

"Quero que o Jaziel fique com o PR, porque quero o que é justo. Tenho certeza que a Gorete fará parte de algum cargo importante tanto no Estado como no próprio Governo Federal. Quero dar essa cara extremamente feliz e conservadora ao PR", afirma a deputada estadual reeleita Silvana Oliveira, esposa de Jaziel. Ele, por sua vez, diz que os dois vão procurar o presidente nacional do PR, Valdemar Costa Neto, para tratar do assunto.

Confiança

Silvana frisa que não "tripudia" de Gorete Pereira, mas lembra do momento em que a parlamentar também disputou a presidência do PR, no início deste ano, com o então presidente de honra de legenda, Roberto Pessoa, eleito deputado federal. Gorete levou o PR para a base governista, enquanto Pessoa queria manter a sigla na oposição.

Já Gorete Pereira considera "difícil" ser retirada do comando do PR. "Tenho mais de 20 anos nesse partido. Não vai ser ela (Silvana), que está acabando de chegar ao partido, que vai conseguir. A Silvana e o marido são deputados de segmentos religiosos. O partido precisa ser plural, não é de segmento, e confio muito no meu partido por ser uma pessoa muito ligada ao presidente nacional", afirma Gorete, confiante.

Presidente do DC no Ceará, o deputado estadual Ely Aguiar diz que deixou a sigla "à disposição" da direção nacional. "Não sei se o partido vai aceitar, mas a minha decisão é de ficar no partido até o último dia do meu mandato. O partido não atingiu a cláusula de desempenho. Não atingindo, fica pouco atraente, porque não terá espaço na mídia, não terá verba para a sua manutenção", justifica.

Indefinição

Deputado estadual reeleito, Audic Mota (PSB) acredita que o partido deve passar por uma "oxigenada" no Ceará. Além dele, a legenda elegeu no Estado um deputado federal, Denis Bezerra, mas não reelegeu o atual presidente estadual, o deputado Odorico Monteiro.

"Certamente, essa estrutura partidária vai ter que ser repactuada, como vários outros partidos vão passar por isso, em função da grande renovação, mas são cenas dos próximos capítulos. Vai depender muito da conjuntura nacional também", avalia Mota. Já Odorico Monteiro não atendeu às ligações da reportagem.

O presidente estadual do Avante, deputado federal Cabo Sabino, também não conseguiu se reeleger. Ele, no entanto, diz que continuará no comando da sigla, "buscando gente nova, pessoas que queiram participar de uma política nova", argumenta.

Adail Carneiro, presidente estadual do Podemos, também não foi reeleito deputado federal. Ao ser questionado sobre o futuro no partido, diz apenas que está "apolítico" neste momento. 

O deputado federal Ronaldo Martins, dirigente do PRB no Estado, também não foi reeleito. Ele não atendeu às ligações.DN

Sobre o autor

Adicione aqui uma descrição do dono do blog ou do postador do blog ok

0 comentários:

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Voltar ao topo ↑
RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES

© 2013 IpuemFoco - Rádialista Rogério Palhano - Desenvolvido Por - LuizHeenriquee