Pages

quarta-feira, 26 de setembro de 2018

3 EM CADA 10 ELEITORES ADMITEM ''VOTO ÚTIL ''NO 1º TURNO,DIZ PESQUISA CNI/IBOPE

Por Rogerio Palhano   Postado  quarta-feira, setembro 26, 2018   Sem Comentários

Três em cada 10 eleitores admitem mudar seus votos para evitar que um outro candidato ganhe nas eleições presidenciais de outubro.

É o que mostra pesquisa Ibope, encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e divulgada nesta quarta-feira, 26.

O resultado acima tem como base um questionamento feito pelo instituto a 2000 eleitores em 126 municípios brasileiros. O Ibope perguntou a esses entrevistados o seguinte: "qual a probabilidade de você deixar de votar no candidato de sua preferência, para evitar que outro que você não gosta, vença?".

Segundo o instituto, 28% das pessoas ouvidas afirmam que têm probabilidade "alta" ou "muito alta" de alterarem seu voto a fim de evitar a vitória de um presidenciável indesejável. Outros 18% classificaram como "média" essa probabilidade. Já 48% citaram como "baixa" ou "muito baixa" as chances de uma mudança de voto por esse motivo. Além deles, 6% não sabem ou não responderam a pergunta.

Para o gerente de pesquisas da CNI, Renato da Fonseca, ainda é baixa a probabilidade do voto útil. "Vem se falando tanto nisso e, por isso, a curiosidade para saber como a população vem percebendo isso. É uma discussão que está aí, há vários candidatos que estão tentando se alavancar em cima disso, mas é preciso esperar as próximas pesquisas."

O porcentual de mudança pelo voto útil é mais propenso, principalmente, entre os eleitores de Geraldo Alckmin (PSDB) e Ciro Gomes (PDT). Aproximadamente 36% dos eleitores tucanos admitem probabilidade "alta" ou "muito alta" de mudança de voto para evitar a vitória de outro presidenciável. Entre os eleitores de Ciro Gomes, esse mesmo porcentual alcança 35%.

Já os eleitores de Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) são menos propensos a mudarem de voto. Segundo a pesquisa, 58% dos eleitores do candidato do PSL tratam como "baixa" ou "muito baixa" a possibilidade de mudança de voto. Entre os que apontam Haddad como candidato, essa probabilidade é "baixa" ou "muito baixa" para 46%.

A mesma pesquisa mostra que 60% dos eleitores tratam como "baixa" ou "muito baixa" as chances de trocarem candidatos de sua preferência por um outro presidenciável com mais chances de ganhar. Neste caso, apenas 16% classificam de "alta" ou "muito alta" a mesma probabilidade.

A pesquisa divulgada nesta quarta foi realizada pelo Ibope entre 22 e 24 de setembro com 2000 eleitores em 126 municípios brasileiros. A margem de erro é de 2 pontos porcentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra.

O nível de confiança é de 95%. A pesquisa foi registrada junto ao Tribunal Superior Eleitoral sob o protocolo Nº BR-04669/2018.
ESTADÃO

Sobre o autor

Adicione aqui uma descrição do dono do blog ou do postador do blog ok

0 comentários:

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Voltar ao topo ↑
RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES

© 2013 IpuemFoco - Rádialista Rogério Palhano - Desenvolvido Por - LuizHeenriquee