Pages

segunda-feira, 30 de julho de 2018

HASHTAG DE MULHERES COM BOLSONARO NO TWITTER ATRAI MAIS CRÍTICAS QUE ELOGIOS AO CANDIDATO

Por Rogerio Palhano   Postado  segunda-feira, julho 30, 2018   Sem Comentários

#MulherescomBolsonaro chegou a entrar para os assuntos mais comentados da rede social.


Na última semana, a hashtag “MulherescomBolsonaro” entrou para um dos assuntos mais comentados no Twitter na lista chamada trending topics. Foram mais de 200 mil tuítes entre 0h da última quinta (27) e 8h da última sexta (28). No entanto, o número de perfis críticos ao candidato à Presidência pelo PSL ultrapassou o de perfis a favor do presidenciável: foram 11.738 usuários a favor e 36.850 perfis contra, aponta a FGV DAPP.

Apesar do menor número de contas, o grupo pró #MulherescomBolsonaro produziu o maior número de postagens, com mais de 120 mil tuítes. Uma das publicações mais retuitadas pelos usuários foi do perfil oficial de Jair Bolsonaro, que agradeceu ao apoio e afirmou que as mulheres são importantes para o desenvolvimento do país.

Uma publicação de Carlos Bolsonaro, um dos filhos do candidato à Presidência, também esteve entre as mais reproduzidas. Carlos destacou que o fato da hashtag estar entre os assuntos mais comentados da rede social coloca em xeque a imagem do pai como alguém contrário às mulheres.

Conhecido por suas declarações polêmicas, o deputado federal tem um “estigma” de machista, por comentários como o de que respeita as mulheres, mas que só colocaria no governo quem dá conta do recado. “Respeito as mulheres, mas alguém aqui quer a volta da Dilma (Rousseff) por acaso? Se botar as mulheres vou ter que indicar quantos afrodescendentes?”, declarou Bolsonaro em 8 de março deste ano, durante um evento em Minas Gerais.

Outros assuntos que se destacaram nas postagens do grupo pró #MulherescomBolsonaro foram sobre a defesa de um “feminismo de direita” em oposição a um “feminismo de esquerda”; a defesa da dita “família tradicional”; e a exigência por medidas severas de combate à violência e de combate à dita “ideologia de gênero”.

Os usuários contra Bolsonaro adotaram um tom mais irônico e humorístico em relação à manifestação de apoio feminino ao presidenciável. O grupo compartilhou, principalmente, links de declarações do deputado federal consideradas contrárias às mulheres. A hashtag a favor do candidato à Presidência pelo PSL resultou na criação na marcação “MulherescontraBolsonaro”, que mobilizou cerca de 48 mil tuítes.

Uma pesquisa do Instituto Datafolha, de 10 de junho deste ano, destacou a dificuldade de Bolsonaro de atrair votos femininos à sua campanha. No levantamento, o candidato pelo PSL consegue alcançar apenas 11% do eleitorado feminino. As mulheres representam a maioria do eleitorado brasileiro, totalizando 52% dos votos válidos, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

A análise feita pela FGV DAPP não identificou um número significativo de robôs em atuação no debate gerado pela hashtag.
DIÁRIODOPODER

Sobre o autor

Adicione aqui uma descrição do dono do blog ou do postador do blog ok

0 comentários:

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Voltar ao topo ↑
RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES

© 2013 IpuemFoco - Rádialista Rogério Palhano - Desenvolvido Por - LuizHeenriquee