Pages

segunda-feira, 1 de janeiro de 2018

URUGUAI; MACONHA LEGAL,DE BOA QUALIDADE E RENTÁVEL

Por Rogerio Palhano   Postado  segunda-feira, janeiro 01, 2018   Sem Comentários


Todas as tardes, uma longa fila se forma diante de uma pequena farmácia de bairro em Montevidéu. 
A loja é tão acanhada que só pode receber um consumidor de cada vez. 

É um processo demorado, mas os clientes, na maioria jovens, não parecem se importar. Eles ficam do lado de fora ou se sentam nos degraus das casas para conversar, em grupos de dois ou três, enquanto esperam sua vez na cálida primavera meridional.

Dentro, um químico de avental médico verde pede que eles coloquem o polegar sobre um scanner de impressões digitais. O equipamento está ligado a um computador do governo que vai autorizar ou negar a compra da dose semanal de 10 gramas de maconha permitida por lei. É um produto de alta qualidade, controlado pelo Estado, com garantia de oferecer ótimos efeitos.

“Na rua, 25 gramas de maconha custariam 3 mil pesos, ou cerca de 100 dólares (330 reais) por algo que provavelmente virá com grande quantidade de pesticida, sementes e caules”, diz Luciano, um jovem comprador.

“Mas aqui a mesma quantidade custaria só 30 dólares, e vem com qualidade premium, em pacotes termosselados de 5 gramas.” Em julho deste ano, o pequeno Uruguai tornou-se o primeiro país do mundo a legalizar a venda de maconha em todo o seu território.

“A coisa mais importante foi a mudança de paradigma”, disse Gastón Rodríguez Lepera, acionista da Symbiosis, uma das duas empresas que produzem cannabis para o Instituto de Regulamentação e Controle da Cannabis, órgão do governo. 

“O Uruguai mergulhou em profundidade sem apoio internacional. Eles disseram que não ia dar certo. Bem, está dando agora.”

Com uma população de apenas 3,4 milhões, espremido entre seus dois vizinhos gigantes, Brasil e Argentina (populações de 208 milhões e 43 milhões, respectivamente), o Uruguai está na vanguarda das políticas liberais em todo o mundo.

Uma lei do divórcio que permitiu que as mulheres se separassem dos maridos simplesmente pedindo permissão a um tribunal foi aprovada em 1913. O aborto foi legalizado em 2012, sendo o Uruguai o único país da América Latina que o permite, além de Cuba.

Parte do motivo do temperamento liberal uruguaio é uma antiga separação entre Igreja e Estado. A mudança para um mercado legal de maconha no Uruguai não ocorreu sem problemas, principalmente devido à resistência da maioria dos farmacêuticos a agir como canais para a maconha recreativa (a maconha medicinal continua ilegal no Uruguai).

Só 12 das 1,1 mil farmácias do país se inscreveram até agora para fornecer aos 17.391 consumidores registrados pelo governo e atendidos pelo sistema, o que explica as longas filas. 

O baixo preço e a pequena margem de lucro explicam parte da reticência. “O principal problema é que os bancos ameaçaram fechar as contas das farmácias que venderem maconha”, disse um químico que comercializa a erva em Montevidéu.

As vendas da droga foram legalizadas em vários estados norte-americanos, mas continuam ilegais em nível federal, levando a uma situação em que a maioria dos bancos se recusa a lidar com contas relacionadas à erva em qualquer lugar do mundo. Mesmo com a venda totalmente legalizada no Uruguai, há o temor de enfrentar dificuldades com as autoridades dos Estados Unidos.

“O problema dos bancos foi um detalhe imprevisto”, disse Eduardo Blasina, presidente do Museu da Cannabis, montado em uma antiga casa no artístico bairro de Palermo, na capital uruguaia. “Mas esses tropeços serão aplainados eventualmente.”

A potência da maconha original licenciada pelo governo também deixou de satisfazer os consumidores no início. 

“O governo cometeu um erro, porque o primeiro lote que lançou no mercado em julho tinha um nível de potência de apenas 2% de THC”, disse Blasina. O tetrahidrocanabinol é o principal elemento psicoativo da maconha.

Este é muito mais baixo do que os níveis encontrados na erva recreativa em estados americanos como o Colorado. “O governo rapidamente recebeu a mensagem, e agora aumentou o conteúdo para 9% de THC”, disse o farmacêutico de Montevidéu. 

“Experimentei e posso lhe garantir que dá uma experiência satisfatória.”

Para os que prefeririam não comprar sua erva em uma farmácia, a lei permite que os consumidores a plantem em casa (até seis mudas) ou entrem em “clubes da cannabis” privados, com no máximo 45 membros, que podem retirar até 40 gramas por mês da colheita do clube.

“A transformação dos consumidores foi surpreendente”, disse Blasina. “Eles deixaram de comprar produto de baixa qualidade de traficantes nas ruas para tornar-se ‘gourmets’, especialistas que competem com as colheitas em seus clubes.”

Blasina está preocupado ainda com a proibição da venda de maconha legal aos visitantes estrangeiros, em um país onde o turismo está crescendo, em parte graças às belas praias do Uruguai, mas também por causa de sua reputação liberal.

“Os visitantes chegam aqui esperando desfrutar da liberdade em um dos países mais liberais do mundo e ficam decepcionados ao saber que não podem comprar maconha legal”, disse. “Acabam comprando na rua, o que contradiz a ideia da lei, eliminar os traficantes do negócio.”

Blasina e outros pressionam o governo para que o passaporte dos turistas receba um carimbo que autoriza comprar pequena quantidade da droga. 

“Um número recorde de visitantes chegará neste verão, e o que diremos a eles? Desculpem, vocês não podem fumar?”

Há formas de contornar o problema. “A qualidade da maconha é tão alta que os 40 gramas mensais permitidos pelo governo superam o que eu conseguiria fumar sozinho”, disse um uruguaio que trabalha com turistas estrangeiros. “Assim, sempre tenho o suficiente para compartilhar com os visitantes.”CARTA CAPITAL

Sobre o autor

Adicione aqui uma descrição do dono do blog ou do postador do blog ok

0 comentários:

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Voltar ao topo ↑
RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES

© 2013 IpuemFoco - Rádialista Rogério Palhano - Desenvolvido Por - LuizHeenriquee