Pages

quarta-feira, 29 de novembro de 2017

DEPUTADOS ESTADUAIS SAEM EM DEFESA DE IVO GOMES CONTRA CASSAÇÃO DE MANDATO

Por Rogerio Palhano   Postado  quarta-feira, novembro 29, 2017   Sem Comentários

Osmar Baquit observou que Ivo Gomes é um “exemplo” de homem público, e que a decisão pela cassação do seu mandato
“não é compatível com a história, com a realidade e com a verdade”.


A decisão do juiz Fábio Medeiros Falcão de Andrade, que determinou a cassação do mandato do prefeito de Sobral, Ivo Gomes, repercutiu nesta terça-feira (28) durante sessão da Assembleia Legislativa. O deputado Ferreira Aragão (PDT) avaliou que a ação foi um desrespeito e não se fundamenta por falta de provas.

O pedetista lembrou que concorre por voto com Ivo Gomes em Sobral, e afirmou que o prefeito do município “nunca precisou comprar votos de ninguém”. Além disso, ele afirmou ter os autos do processo de cassação e disse que nenhuma das testemunhas chamadas para acusação o condenou. “As próprias testemunhas o absolveram da acusação. Algumas nem ouviram falar disso”, salientou.

O parlamentar explicou que a decisão do juiz foi tomada em ação movida pelo deputado federal Moses Rodrigues (PMDB-CE), segundo colocado na disputa eleitoral de Sobral, ano passado. 


“Não foram apresentadas provas contra Ivo Gomes. Quero saber o que deu nesse juiz, para o promotor eleitoral considerar a acusação improcedente, por falta de provas, e ainda assim ele atropelar o Ministério Público e decidir pela cassação de Ivo”, questionou.

“Não pega”


Deputado Osmar Baquit (PSD) afirmou que dizer que Ivo Gomes compra votos “não pega”. Ele considerou que “nem o adversário mais Ferrenho dos Ferreira Gomes jamais fez uma acusação como essa contra nenhum deles”. “Qual a intenção dessa acusação? Ela não faz o feitio do juiz Falcão, e isso deve comprometer sua carreira”, disse. 

De acordo com o parlamentar, o prefeito é um dos políticos mais sérios que conhece, e tem administrado a cidade da zona norte do Estado com decência, modernizando o município em todas as áreas. Osmar Baquit observou que Ivo Gomes é um “exemplo” de homem público, e que a decisão pela cassação do seu mandato “não é compatível com a história, com a realidade e com a verdade”.

Austeridade
O deputado Manoel Duca (PDT) também se manifestou favorável ao prefeito de Sobral. Para ele, a austeridade é uma das características mais marcantes em Ivo Gomes. “Claro que ficamos curiosos de saber as intenções dessa acusação, principalmente quando não há fundamentos para ela, mas tenho certeza de que ele não fez isso”, assinalou.

Polêmica
A determinação do magistrado Fábio Medeiros Falcão de Andrade ocorreu após ação movida pelo deputado federal Moses Rodrigues (PMDB-CE), segundo colocado do último pleito em Sobral, que acusa Ivo Gomes de ter comprado o voto de eleitor identificado como Erisvanio Custódio Santiago. 


Ivo Gomes afirmou que recorrerá da sentença e poderá aguardar o julgamento no cargo. Caso o TRE-CE confirme a decisão, além de perder o mandato, ele ficará inelegível por oito anos e terá de pagar uma multa de R$ 40 mil. Nas redes sociais, o prefeito se defendeu e chama a decisão de“absurda”. 

“Segundo a decisão eu teria, através de uma indeterminada terceira pessoa, comprado o voto do senhor Erisvanio Custódio Santiago, pessoa com quem nunca tive nenhum contato e, segundo informações, já condenado por roubo. Essa foi a única evidência em q se baseou o juiz para nos condenar”, disse Ivo.

Com informações da AL e da Folha

Sobre o autor

Adicione aqui uma descrição do dono do blog ou do postador do blog ok

0 comentários:

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Voltar ao topo ↑
RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES

© 2013 IpuemFoco - Rádialista Rogério Palhano - Desenvolvido Por - LuizHeenriquee